A REM – International Engineering Journal (antiga REM – Revista Escola de Minas) é a primeira revista técnica da América do Sul. Foi fundada em janeiro de 1936 pelos estudantes da Escola de Minas de Ouro Preto e, desde então, vem se especializando em publicar artigos nas áreas da Engenharia Civil, Geologia, Metalur­gia & Materiais e Mineração e Mecânica & Energia.

Seu objetivo é de servir como meio de publicação para trabalhos originais e técnico-científicos dos pesquisadores nacionais e estrangeiros naquelas áreas. Contribuições originais (artigos e cartas) são aceitas. Artigos de revisão dependem de convite e/ou análise dos Editores.

O envio de artigos para publicação implica que o trabalho não foi publica­do anteriormente, que não está sendo apresentado para publicação em outra revista e que não será publicado em outro lugar, na mesma forma, sem a autorização, por escrito, dos Editores/Autores.

O Editor, ou o Editor Associado, fará uma pré-análise dos artigos enviados, antes de recomendar as revisões ou aceitá-los para publicação. O Editor associado, que assume total responsabilidade por decisões relativas aos manuscritos, e, eventualmente poderá desconsiderar as recomendações dos examinadores. O Editor comunicará aos autores a rejeição do trabalho e nenhuma comunicação a respeito desse manuscrito será feita para outras revistas.

O autor deve obter a responsabilidade do artigo apresentado de todos os co-autores. Durante a preparação dos manuscritos, os autores devem ler e seguir  atentamente as orientações apresentadas abaixo.

Perguntas devem ser dirigidas ao Editor: editor@rem.com.br

O sistema atual, utilizado pela revista, exige que o(s) autor(es) indique (em) revisores potenciais para o seu manuscrito, ver instruções abaixo. Os autores poderão, também, revisores não-preferenciais. Cabe ao Editor associado para aceitar, ou não, essa indicação.

Os artigos aceitos para a publicação se tornam propriedade da revista. A Revista adota o sistema CrossCheck para identificação de plagiarismo.

Obrigatório:

      • Registrar os dados do autor correspondente e demais autores, incluindo e-mail e número de registro do ORCID: https://orcid.org/.
      • Os avaliadores indicados devem ter conhecimento do tema do artigo submetido.
      • Os avaliadores indicados devem ser doutores, ou considerados “notório saber” pela comunidade científica
      • Os avaliadores indicados não podem pertencer a instituição dos autores. Os indicados não podem, também, ser oriundos de uma mesma entidade.
      • Quando houver mais de cinco autores (trabalho em equipe), os editores têm autoridade para solicitar que os autores justifiquem a sua inclusão no artigo. Os autores podem utilizar o “Cover Letter” para fazer essa justificativa.
      • Se ilustrações já foram publicadas, mencionar a fonte e a permissão para reprodução (copyright).
      • Todo artigo aceito para publicação, de acordo com as normas da REM, deverá pagar a taxa de publicação.

Artigos fora das normas da REM serão, automaticamente, rejeitados

Forma e preparação de manuscritos

Texto

Serão aceitos artigos em inglês, Microsoft Word é o software recomendado para o corpo do texto. Os artigos deverão ser concisos, não ultrapassando 10 páginas (A4) di­gitadas em fonte Times New Roman e tamanho da fonte 12, incluindo resumos, ilustrações, tabelas, referências bibliográ­ficas, etc.

Use a função de recuo de parágrafos e paginação automática.

Os papéis devem ser digitados com espaçamento simples (dado um espaço entre cada parágrafo ou item). O papel a ser usado é o A4 e deve ter as margens de 2cm. O texto não deve apresentado em colunas.

As ilustrações (fotografias, mapas, tabelas etc.) devem ser inseridas no texto e DEVEM ser enviadas separadamente, quando da submissão, e com as respectivas extensões (ex: jpg ou tif ou extensões de excel, etc).

 

Envio de manuscritos

Submissão do Manuscrito

 Artigos regulares, focados em novos dados, podem discutir qualquer aspecto das áreas abrangidas pela REM. Estes artigos serão revisados por pelo menos dois expert da área, designados pelo Editor Associado.

Estrutura de tópicos do artigo deve manter o seguinte formato padrão para publicação:

  • Título (Evitar títulos longos e palavras desnecessárias: “Estudo sobre…”, “Contribuição ao …”).
  • Resumo em inglês (Cada artigo deve ser precedido por um resumo, apresentando os fatos contidos no artigo, palavras-chave, fatos importantes fatos e conclusões. Esse resumo deve ter, cerca de, 150 a 250 palavras, e não deve conter referências, figuras ou tabelas.)
  • Introdução
  • Materiais e métodos
  • Resultados
  • Discussão
  • Conclusões

Referências bibliográficas

 OBRIGATÓRIO: Sobre os Autores:

  • O nome dos autores não devem ser inserido no artigo. Eles devem vir em um arquivo separado.
  • Recomenda-se utilizar a ordem de participação no trabalho dos trabalhos.
  • Como é do seu conhecimento, a indexação na SciElo exige a identificação precisa da afiliação dos autores, que é essencial para a obtenção de diferentes indicadores bibliométricos.
  • A identificação da afiliação de cada autor deve restringir-se a nomes de entidades institucionais, Cidade, Estado e País e deverá ser apresentada de forma separada das titulações.
  • Agradecimentos

 Desenhos de linhas

  • Definição: gráfico em preto e branco, sem sombreamento.
  • Não use linhas fracas e/ou letras e verifique se todas as linhas e as letras estão legíveis no tamanho final apresentado.
  • Todas as linhas devem ter, pelo menos, de 0,1 mm (0,3 pt) de largura.
  • Digitalizados desenhos e desenhos em formato bitmap deve ter um mínimo resolução de 1200 dpi.
  • Gráficos de vetor contendo fontes devem ter as fontes incorporadas nos arquivos.
    Tons de cinza em desenhos devem ter, no mínimo 20% de preto, para poder ser distinguido com facilidade na impressão.

Tabelas

  • Todas as tabelas devem ser numeradas sequencialmente, com algarismos arábicos. Usar o Word ou Excel — com formato que permita editar o estilo.
  • Tabelas devem, sempre, ser citadas no texto em ordem numérica consecutiva.
  • Notas de rodapé das tabelas devem ser indicadas por letras minúsculas sobrescritas (ou asteriscos para valores de significância e outros dados estatísticos) e incluídas no corpo da tabela.
  • Legendas de tabela devem ser breves e autossuficiente, nas explicações sobre as ilustrações.
  • As legendas devem ser colocadas na parte superior da tabela.

Fotos

Fotos devem ser digitalizadas com no mínimo 200 dpi. Fotos digitalizadas com letras, devem ser digitalizados com no mínimo 300 dpi. Isto é recomendado para compensar o texto (incluindo setas) quando digitalizados. Uma solução alternativa é colocar a arte em um programa vetorial (Illustrator, por exemplo) e em seguida, adicionar texto e setas.
Resolução correta para foto em preto e branco: manter a um mínimo de 0,5 MB
Por favor, certifique-se os arquivos estão em um formato aceitável (TIFF ou JPEG ou EPS ou PDF) e com a resolução correta: manter um tamanho mínimo de 0,8 MB.

Montagem de fotos ou figuras

Várias fotos ou figuras, com a mesma numeração (ex: 1a; 1b, etc.) podem ser agrupá-las numa peça única em uma página.

  • Legendas de Figuras ou fotos
    Deve ser breves, com explicações, auto-suficiente, das ilustrações. As legendas devem ser colocadas na parte inferior da figura ou foto.
  • Todos os artigos publicados na REM podem ser debatidos por nossos leitores.
  • As cartas deverão ser concisas, não ultrapassando cinco folhas, incluindo resumos, ilustrações, tabelas, referências bibliográficas, etc. Somente em casos muito especiais, dada a extrema importância do assunto ventilado, serão aceitas cartas com número superior de páginas.
  • Os trabalhos devem ser digitados seguindo as normas de publicação de um artigo da REM.
  • As cartas e as réplicas, após analisadas pelo Corpo Editorial, serão listadas no sumário do volume em que forem publicadas.

Informações de descobertas recentes ou informações sobre o desenvolvimento nas áreas abrangidas pelas REM pode­rão ser publicadas. As cartas deverão ser concisas, não ultrapassando duas folhas, incluindo resumos, ilustrações, tabelas, re­ferências bibliográficas, etc. Os trabalhos devem ser digitados seguindo as normas de publicação de um artigo da REM.

As referências bibliográficas no final do artigo, e suas respectivas citações no texto, seguem as seguintes normas:

  • Ordem alfabética;
  • Não deve ser numeradas;
  • As citações dentro do texto deve seguir as regras mostradas abaixo

Observação: Em caso de dúvidas consulte uma bibliotecária.

 Citações no texto

Quando citar a literatura no texto, os autores devem usar as seguintes formas:

  • um autor (Schwarz, 1984), dois autores (Linhares e Costa, 1984), três ou mais autores (Spier et al., 2007).
  • se dois ou mais autores são citados entre parênteses, eles são listados em ordem cronológica do mais antigo ao mais recente: (Skinner, 1979; Schwarz, 1984; Spier et al., 2007).
  • se a citação não estiver entre parênteses (como acima), refere-se a Skinner (1979), Linhares e Costa, (1984) e a Spier et al., (2007).

Referências bibliográficas

As referências bibliográficas não devem ser numeradas, mas listadas ao final do texto, em ordem alfabética de sobrenome do primeiro autor, de acordo com a Norma NBR-6023 (atualizada em 2018) sobre documentação.

Artigos de periódicos

SCHWARZ, D. Inclusões em esmeraldas (Emerald inclusion). REM – Revista Escola de Minas, v. 37, n. 4, p. 12-21, 1984.

SPIER, C. A., OLIVEIRA, S. M. B, SIAL, A. N., RIOS, F. J. Geochemistry and genesis of the banded iron formations of the Cauê Formation, Quadrilátero Ferrífero, Minas Gerais, Brazil. Precambrian Research, v. 152, n. 3-4, p. 170-206, 2007.

Artigos de publicações seriadas

BARBOSA, O. et alli. Geologia da região do Triângulo Mineiro. Rio de Janeiro: DNPM/DFPM, 1970. 140 p. (Boletim 136).

VICALVI, M. A. & KOTZIAN, S. C. B. Ocorrência de microfauna estuarina no quaternário da plataforma continental de São Paulo. In: Projeto REMAC – Evolução sedimentar holocênica da plataforma continental e do talude do sul do Brasil. Rio de Janeiro: PETROBRAS, CENPES/DINTEP, 1977. p. 77-96. (Série Projeto-REMAC2).

Artigos de publicações relativas a eventos

LINHARES, P. S. & COSTA, A. C. Aplicação de recipientes fechados na dissolução de rochas minerais (Closed container application for mineral rock dissolution). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE GEOLOGIA, 33, 1984. Rio de Janeiro. Anais[…] (Annals…). Rio de Janeiro: SBG, 1984. V. 2, p. 4806-13.

Livros

VERAVIJT, A. et alli. Penetration testing. Rotterdam: A. A. Baldema, 1982. 922p.

Capítulos de Livros

GY, P. M. Definition of basic terms and notation. In: _____. Sampling of particulate materials. Amsterdam: Elsevier, 1982. 431p. cap. 1, p. 11-21. (Developments in Geomathematics, 4).

SKINNER, B. J. The many origins of hydrothermal mineral deposits. In: BARNES, H. L. ed. Geochemistry of hydrothermal ore deposits. 2 ed. New York: John Wiley & Sons, 1979. 798 p., cap. 1, p. 1-21.

Todo artigo aceito para publicação, de acordo com as normas da REM, deverá pagar a taxa de publicação. O pagamento dessa taxa pode ser feita de duas maneiras:

  1. Doação voluntária

A REM adota um valor de doação voluntária de U$ 100 (cem dólares) por página diagramada. Muitas instituições, grupos de pesquisa, agências governamentais, companhias e indivíduos incluem capitais para custos de publicação nos orçamentos científicos (EX: FAPESP, FAPEMIG, etc).

Os autores deverão buscar esses recursos, ou outros, para cobrir a doação voluntária da publicação.

  1. Pagamento pelo autor

Para autores, que não conseguirem a doação voluntária, a REM adotará uma taxa de publicação para artigos aprovados de US$ 250,00 (duzentos e cinquenta dólares).

 

Observação:

A REM manterá o valor da taxa de conversão do dólar/Real inalterada por três meses.

A submissão de artigos continuará grátis (free).